'
  • Sem categoria

Euronaval 2014: Industria naval francesa acelera em parceria com a Marine Nationale

Entre os dias 27 e 31 de outubro o centro de exposições de Le Bourget abrigara a vigésima-quarta edição da conhecida feira da indústria Euronaval. Com 15000 m2 de espaço de exibição, 353 expositores, 10 pavilhões nacionais (incluindo o do Brasil) e uma expectativa de visitação de 30000 “trade visits”. Noventa comitivas oficiais vindo de 65 países incluindo 30 comandantes de marinhas estrangeiras visitarão a Euronaval este ano. A feira é claramente a principal oportunidade para a indústria francesa mostrar seus produtos componentes e conceitos futuros que nortearão o segmento militar naval nas próximas décadas.

Falando à imprensa no Salon d’Honneur do Hotel de Marine, a sede centenária da Marinha Francesa em Paris, Patrick Boissier, presidente da Associação da Indústria Naval francesa, a GICAN, declarou que “este é um período de `crescimento azul`”. Explicando que: “novas ambições navais estão surgindo com as ZEEs se constituindo em fontes de novas tensões”. Para a indústria naval francesa o segmento representa uma receita de 40 bilhões de euros por ano entre construção naval e equipamentos embarcados. Segundo os números da consultoria internacional AMI o mercado global, 522 novos programas de aquisição naval militar gerando a construção de 3800 novos navios, sendo avaliado em 838 bilhões de dólares nos próximos 20 anos.

A feira Euronaval foi criada em 1968 e seguiu crescendo para se tornar uma feira global atualmente atraindo por isso 400 jornalistas para sua cobertura. Este ano, pela primeira vez, haverá um stand da OTAN na feira. O almirante Hervé Bléjéan representando a Marinha francesa enfatizou a parceria existente com a indústria local contando que o quarto submarino Barracuda foi encomendado no dia 18 de julho à DCNS e que também houve a contratação da fabricação de 40 unidades do novo torpedo F-21 para os submarinos franceses. A marinha francesa já disparou …read more

Leia mais: ALIDE – Base Militar Web Magazine

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close