'
  • Sem categoria

EUA planejam rotacionar quatro navios de combate LCS em Singapura em 2018

Army 25th Combat Aviation Brigade earns deck landing qualifications abaord Littoral Combat Ship USS Fort Worth (LCS-3)

SINGAPURA: A Marinha dos Estados Unidos planeja ter quatro navios de combate litorâneo (LCS) operando a partir de Singapura – um de cada vez – em 2018.
Estes navios LCS são de menor tamanho do que destróieres, e são capazes de operações rápidas em águas rasas perto da costa, tais como as águas do Sudeste Asiático, a Marinha disse na terça-feira (17 de fevereiro).

O anúncio foi feito quando o LCS USS Fort Worth voltou para Cingapura para manutenção e uma troca de tripulação, após as operações, incluindo o desdobramento como parte dos esforços multinacionais de busca e salvamento para o voo AirAsia QZ8501. Singapura é o hub logístico primário do navio no Sudeste Asiático, e o USS Fort Worth é atualmente o única LCS operando a partir de Singapura.

Parte da 7ª Frota da Marinha os EUA, que opera na região da Ásia-Pacífico, o USS Fort Worth também estará participando de exercícios regionais, tais como o exercício anual Foal Eagle com a Marinha Sul-Coreana.

Questionado sobre o papel e as intenções da Marinha dos EUA na região, o comandante da Task Force 73 contra-almirante Charles Williams disse que sua presença era para a manutenção de relacionamentos com parceiros e aliados no Sudeste Asiático e região da Ásia-Pacífico.

Com a crescente presença e assertividade da China na região, o comandante disse que “não pensa na China como uma sombra sobre a região”.

“Eu penso nisso (China) como outra nação da Ásia-Pacífico, que opera em toda a região, assim como nós”, disse o contra-almirante Williams. “Nossas parcerias na região são construídas no sentido de desejo consistente e trabalhar no sentido de aumentar a segurança marítima e a segurança de nossa região.”

A Marinha dos EUA disse que o navio pode ser desdobrado em toda a região Ásia-Pacífico na esfera das operações da 7ª Frota, mas vai passar a …read more

Leia mais: Poder Naval

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close