'
  • Sem categoria

Exército Brasileiro vai usar blindado Guarani na fronteira

Guarani

O novo veículo blindado do Exército Brasileiro será utilizado no combate ao crime organizado na faixa de fronteira

O novo veículo blindado do Exército Brasileiro que será utilizado no combate ao crime organizado na faixa de fronteira, em Mato Grosso do Sul foi apresentado nesta terça-feira. A cerimônia militar de lançamento Blindado Guarani – nome do veículo – aconteceu em Dourados-MS.
O veículo foi entregue à 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, organização que recebeu o projeto piloto de implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), lançado em novembro de 2014, informou a assessoria de comunicação do Comando Militar do Oeste.

“Isso mostra que temos um trabalho de integração e o Sisfron pode ajudar na segurança de nossas fronteiras”, avaliou o governador Reinaldo Azambuja, que esteve presente no evento.

Integrando uma frota de veículos blindados que o Exército está produzindo pelo Sisfron, o Blindado Guarani é um carro de combate anfíbio. Com peso de 18 toneladas e tração 6×6, é capaz de transportar 11 militares. Mais alto, tem capacidade maior de proteção anti-minas.

Comparado a modelos anteriores (Urutu e Cascavel), o Blindado Guarani traz como vantagens proteção blindada superior, maior mobilidade, maior capacidade de transposição de trincheiras, maior capacidade de degrau vertical, maior vão livre, suspensão independente hidropneumática e sistema de freio com disco duplo e ABS.
O veículo vem ainda com ar-condicionado, GPS, sistema automático de detecção e extinção de incêndio, capacidade de operação noturna de série e sistema de detecção de laser. Ele pode ser equipado com torre de canhão automático ou de metralhadora, operada por controle remoto. O modelo pode ser aerotransportado por um avião tipo Hercules C-130.

Sisfron
O Sisfron, em seu projeto piloto no município de Dourados, reúne investimentos de mais de R$ 1,3 bilhão para Mato Grosso do Sul, voltados para aquisição de viaturas e construção de novos Centros de Operações …read more

Leia mais: Forças Terrestres

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close