'
  • Sem categoria

Oficial-general da FAB assume presidência do Superior Tribunal Militar

image_pdf

O Tenente-Brigadeiro do Ar William de Oliveira Barros tomou posse como presidente do Superior Tribunal Militar (STM) segunda-feira (16/03). Ele ocupará o cargo até 2017. Como vice-presidente, assumiu o ministro Artur Vidigal de Oliveira.

Em seu discurso de posse, o novo presidente do STM reafirmou o compromisso de dar continuidade às iniciativas e ordens em vigor, em especial aquelas relativas à ampla divulgação da atuação da Justiça Militar da União (JMU). O militar enfatizou também o acompanhamento de matérias de interesse da JMU, como a atualização do Código Penal Militar (CPM), do Código de Processo Penal Militar (CPPM), da Lei de Organização Judiciária Militar e o Projeto de Emenda à Constituição (PEC) que inclui um representante do STM junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Está devidamente comprovado que a Justiça Militar da União é essencial à manutenção da hierarquia e da disciplina, pilares basilares em que se sustenta o estamento militar brasileiro, cujos maiores participantes e interessados são os integrantes das Forças Armadas e a sociedade brasileira”, afirmou.

O militar falou ainda sobre o número de processos julgados pela Justiça Militar e o aumento de sua competência para incluir o julgamento de ações relacionadas a matérias administrativas. Segundo o ministro, a existência de regulamentos disciplinares nas três Forças funciona como uma espécie de “filtro”, impedindo que ocorra um elevado número de condutas a serem apreciadas pelo CPM.

Ao final de seu discurso, o ministro William reafirmou a sua disposição para o diálogo, a troca de ideias e de experiências mútuas com todos os órgãos do Poder Judiciário.

Trajetória

O ministro William de Oliveira Barros ingressou na Força Aérea Brasileira em 1961 e ocupou diversos cargos, a maioria, operacionais. Foi piloto de helicóptero e transporte aéreo e possui 7.255 horas de voo. Especializado em busca e salvamento, também atuou na área de prevenção e investigação de …read more

Leia mais: Defesa Aérea & Naval

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close