'
  • Sem categoria

A França tenta travar a implementação militar russa na Síria


A Rússia prossegue a preparação da sua colocação militar na Síria [1]. Equipes sírias afadigam-se dia e noite para expandir o aeroporto de Lataquia, e construir aí uma nova pista e hangares para os aviões russos. Respondendo aos jornalistas à margem do Fórum Vladivostoque o presidente Putin confirmou as suas intenções, ao mesmo tempo que precisava que era ainda muito cedo para evocar essa implementação [2].

Com toda a probabilidade, a Rússia deverá anunciar a sua entrada na guerra contra o Daesh, a pedido da Síria, antes do fim de setembro. É pouco provável que as forças aéreas russas possam ser coordenadas com as da coligação conduzida pelos Estados Unidos. Assistiremos então a uma repartição de papéis, Moscovo bombardeando o conjunto dos jiadistas na Síria, sem intervir no conflito entre o governo e a sua oposição autóctone, enquanto Washington e os seus aliados se concentrariam, unicamente, no Emirado Islâmico (“Daesh») no Iraque.

Desde há um ano, a Coligação anti-Daesh contentou-se em impedir os jiadistas de ganhar terreno, mas não procurou destruí-los. Bem pelo contrário, numerosos testemunhos atestam o lançamento (em para-quedas-ndT) repetido de armas para os jiadistas. No entanto, a Coligação parece ter mudado de estratégia em julho. Assim, ela bombardeou o Daesh e ajudou o Exército Árabe Sírio a defender Hasaka, matando cerca de 3 000 jiadistas.

A implementação russa contra o Daesh na Síria colocaria um fim ás ambições da França em derrubar a República.

O presidente François Hollande, que declarava a 25 de agosto a sua intenção de “neutralizar» o seu homólogo sírio [3], visa, pois, opor-se a isto. É preciso entender “neutralizar» no sentido militar do termo, isto é, eliminar do jogo mesmo que seja necessário matar.

É por isso que a França deverá anunciar, a 7 de setembro, a sua intenção de bombardear o Daesh na Síria, sem o acordo …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close