'
  • Sem categoria

ISIS na lata do lixo da história é trabalho do Iraque, não do Irã nem de EUA

Muitos dos grupos e militantes do grupo já fugiram para os numerosos refúgios organizados nos últimos anos – segundo relatórios da inteligência – no deserto de Anbar no Iraque e na al-badiya [franjas do deserto] síria, onde o ISIS pode esconder-se em dezenas de milhares de quilômetros ao longo das fronteiras sírio-iraquianas.

ISIS lá ficará para lamber as feridas e tentar reorganizar seus grupos depois da derrota que lhe foi imposta, como se vê pelo território que lhe resta (em relação ao que já ocupou desde 2014) e também pelo número de militantes, que só encolhe. Muitos combatentes estrangeiros estão ou mortos ou, também muitos, já deixaram o grupo, que não está conseguindo recrutar novas forças. Mas o mais importante é que secaram os recursos do ISIS: já não controla reservas de petróleo e gás, nada de poder cobrar impostos, nada mais dos instrumentos para roubar e vender, e nada das ‘doações’ que chegavam do mundo árabe.

ISIS perdeu suas poderosas, eficientes, excepcionais ferramentas de propaganda e a própria máquina: depois da libertação de Mosul e de grande parte do Iraque, da libertação de Palmyra, Raqqah, Deir-ezzour, grande parte da al-badiya, o Exército Árabe Sírio libertou a cidade de al-Mayadeen, onde o ISIS manteve sua base de mídia. Forças em al-Mayadeen tomaram um estoque enorme de ferramentas e praticamente todo o aparelho de propaganda do ISIS, reduzindo a capacidade do grupo para produzir propaganda online e para os veículos da mídia-empresa tradicional.

Seja como for, é preciso não esquecer que o terrorismo jamais será completamente derrotado, e que é óbvio que permanecerão células ativas, que encontrarão sociedades que as hospedem ou lhes garantam cobertura. Implica dizer que se devem esperar ataques pelo ISIS na Mesopotâmia, no Levante, na África Oriental, na Ásia e em outras partes do mundo, de tempos em tempos. …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close