'
  • Sem categoria

3 Sinais De Que A Ucrânia Está se Preparando para A Guerra no Donbass

Resultado de imagem para exercito ucraniano

Por Eduard Popov, traduzido por Jafe Arnold –

Para o bem ou para o mal, a situação em Donbass nos últimos dias não viu mudanças revolucionárias. No entanto, algumas tendências muito importantes foram observadas, o que pode levar a uma situação fundamentalmente nova.

1. Kiev prepara novos ataques terroristas contra o Donbass

Em 13 de abril, o serviço de imprensa do Ministério da Segurança do Estado da Lugansk (MGB) publicou um relatório expondo os preparativos dos sabotadores de Kiev para assassinarem os chefes do LPR e do DPR.


De acordo com o ministério, perto da aldeia de Novopetrovka no distrito Berdyansky da região de Zaporozhye, foi estabelecida uma base exclusiva para treinar esquadrões terroristas sabotadores. Sabotadores estão sendo treinados em explosivos e operações de franco-atiradores sob o comando de, segundo o relatório, “um cidadão da Geórgia, Maruashvili, que participou do combate na Ossétia do Sul em 2008.” O relatório continua: “As tarefas desses grupos de sabotagem terroristas é a realização de ataques terroristas no território do DPR e LPR e a eliminação de representantes de sua liderança. ”

Há muito tempo, Kiev vem perseguindo uma política de terrorismo em massa contra a população das repúblicas do Donbass, além do terror dirigido contra os líderes militares da DPR e da LPR. Naturalmente, tudo isso viola os Acordos de Minsk que garantem a anistia aos participantes em processos sociopolíticos no Donbass.

Nas últimas semanas, as operações terroristas de Kiev aumentaram drasticamente. Por exemplo, guardas de fronteira ucranianos levaram dois navios civis russos como reféns. Esses e outros incidentes são tentativas de provocar a Rússia. Poroshenko está aproveitando a imersão da Rússia no conflito sírio para resolver seus próprios problemas internos. E ele conseguiu, na medida em que Moscou ainda está apenas reagindo às provocações de Kiev no nível das declarações. A tática de Moscou é não …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close