'
  • Sem categoria

O “Golpe de Mestre” dos Estados Unidos contra a Venezuela (Documento do Comando Sul)

JPEG - 21.8 kb

Stella Calloni

As negociações em torno da península de Coreia e a retirada norte-americana do acordo sobre o programa nuclear iraniano (JCPOA ou Acordo dos 5+1) não devem interpretar-se como um reposicionamento das Forças Armadas dos Estados Unidos. Sem importar que Administração esteja no Poder em Washington, o Pentágono segue em frente com o seu plano de domínio à escala mundial. Stella Calloni revela que o SouthCom (o tristemente célebre “Comando Sul”) tem planificada uma operação militar contra a Venezuela, antes da eleição presidencial de 20 de Maio. Baseando-se num documento interno do Pentágono, Stella Calloni põe a nu a implicação da Argentina, Colômbia, Brasil, Guiana e Panamá nesse projecto de derrube de um Poder democrático, nascido do voto popular. É um plano de destruição de toda uma sociedade. As Forças Armadas dos Estados Unidos estão de volta contra os povos na América Latina.

O Almirante Kurt W. Tidd, Comandante-em-chefe do Comando Sul norte-americano (SouthCom)

Como numa série policial, este Plano apela para “utilizar os oficiais do exército como uma alternativa de solução definitiva» e
continuar endurecendo a situação dentro das Forças Armadas para levar a cabo um Golpe de Estado, antes que finalize 2018, se esta crise não levar a que a ditadura colapse, ou se o ditador não se decide afastar-se».
Supondo que todo o exposto pode falhar, e com evidente desprezo pela oposição venezuelana, o Plano apela a “continuar o fogo contínuo na fronteira com a Colômbia, multiplicar o tráfico de combustível e outros bens, o movimento dos paramilitares, incursões armadas e tráfico de drogas, provocando incidentes armados com as forças de Segurança da Fronteira» venezuelana e além disso a
recrutar paramilitares principalmente dos campos de refugiados em Cúcuta, La Guajira e Norte de Santander, áreas sobretudo habitadas por cidadãos colombianos que emigraram para a Venezuela e que agora retornaram, fugindo do regime …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close