'
  • Sem categoria

PIORAM OS SINTOMAS DE REPUBLIQUETA DE BANANA.

Ao nascer do ano 2019, o mundo do “mercado” está esfuziante. O discurso de posse do Dr. Paulo Guedes reafirmou o que a entidade mercado esperava. O mundo do mercado acionário é assim mesmo. Bastam algumas frases para que rios de dinheiro corram atrás de imaginários ganhos.



Entretanto, surpreendente foi sua afirmação sobre o gasto de “um plano Marshall por ano” para transferir renda aos “rentistas”. É preciso reconhecer que, pelo menos no discurso, ele incluiu as grandes empresas que funcionaram durante muito tempo sob os favores do estado. “Piratas privados” foi o termo usado para denunciar “criaturas do pântano político que se associaram contra o povo brasileiro”. É preciso distinguir que esse diagnóstico é perfeito.

Então qual é problema?

Duas principais reformas foram anunciadas: Previdência e privatização.

Nessa última, figura como principal protagonista a Eletrobrás. A imprensa, que sempre foi favorável, apoia o discurso do próprio presidente da empresa ao dizer que, finalmente, o povo brasileiro ficará livre dessa fonte de ineficiência.

Primeiro, me dirijo aos que apoiam a venda da Eletrobrás. Por favor, respondam a essas perguntas:

Imagine o valor que ela atingiria se não tivesse sido obrigada a adquirir empresas distribuidoras que não interessaram ao mercado. A pergunta é: Onde estava a pujança do capital privado para enfrentar desafios? Empresas deficitárias por pertencerem a estados com grandes complexidades ficam com a Eletrobrás? Essa “ineficiência” nasce onde? Dentro da estatal?


Imagine o valor que ela atingiria se não tivesse sido obrigada a fornecer energia quase gratuita ao mercado livre no período pós racionamento. A pergunta é: Será que o “sucesso” desse nicho que hoje representa 30% do consumo total não é devido a essa “ineficiência” imposta à Eletrobrás?

Imagine o valor que ela atingiria se não tivesse sido obrigada a fazer sociedades com o setor privado para viabilizar empreendimentos …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close