'
  • Sem categoria

Washington está insolvente

– Os EUA não conseguirão mais ser o polícia global

por Doug Bandow
Hoje, apenas a Rússia, com um arsenal de mísseis nucleares de ponta, poderia lançar um ataque sério à América. No entanto, Moscovo não tem incentivo para fazê-lo, já que o resultado seria uma retaliação devastadora. As forças armadas da China está a expandir-se, mas tendo como objetivo evitar que Washington domine a República Popular da China tanto no seu território como na sua vizinhança.
Existem demasiados terroristas, mas resultam principalmente de políticas dos EUA mal estruturadas que criam inimigos e tornam os conflitos de outras povos conflitos dos próprios EUA. Além disso, embora tais ataques sejam atrozes, eles não representam uma ameaça existencial. Nem as forças convencionais e os arsenais nucleares da América oferecem a melhor resposta; a promiscuidade de fazer a guerra em todo o mundo tem mais probabilidade de acelerar do que diminuir o terrorismo. A melhor opção militarmente seria fazer menos, especialmente no Médio Oriente.
Por quê, então, Washington está a gastar 717 mil milhões de dólares no ano fiscal de 2019 para manter vastos exércitos, esquadras marítimas e aéreas em todo o mundo? De qualquer forma, não para defesa, da América. Trata-se de proteger aliados, afirmar influência, refazer sociedades fracassadas, ditar comportamentos, promover os seus valores e muito mais. Tudo isso pode ter algum valor, embora raramente tanto quanto afirmado. E nenhum tem muito a ver com a proteção do território, das pessoas, do sistema constitucional e da prosperidade dos Estados Unidos.
Infelizmente, atacar é muito mais caro que intimidar. A maior parte dos gastos do Pentágono é para projetar o poder dos EUA e é por isso que os Estados Unidos têm um orçamento militar enorme, igual ao das próximas dúzias de nações juntas. Nenhum deles, ou qualquer combinação deles, poderia derrotar a …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close