'
  • Sem categoria

AGRONEGÓCIO ‘JAIR SE ARREPENDEU’ POR APOIAR BOLSONARO

O setor do agronegócio nacional, que apoiou o golpe contra a presidente deposta Dilma Rousseff e a eleição de Jair Bolsonaro, vem esboçando reações contra a atual política externa implantada pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, devido à sus postura colonizada, que ameaça relações com a China e os países do Oriente Médio; “Estamos comprando briga com nosso maior parceiro comercial e nem sabemos porque, só para imitar o Trump”, disse o vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira, Pedro de Camargo Neto


O setor do agronegócio nacional, que apoiou o golpe contra a presidente deposta Dilma Rousseff e a eleição de Jair Bolsonaro, vem esboçando reações contra a atual política externa implantada pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, devido ao seu forte viés ideológico, mais especificamente contra a China. “Estamos comprando briga com nosso maior parceiro comercial e nem sabemos porque, só para imitar o Trump (presidente dos Estados Unidos, Donald Trump)”, disse o vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira e ex-secretário de comercialização e produção do Ministério da agricultura, Pedro de Camargo Neto.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, os representares do setor dizem ter recebido sinais do governo Bolsonaro de que é preciso diminuir a “sino-dependência”, buscando abrir novos mercados. Em uma reunião realizada na sede da Frente Parlamentar da Agropecuária, afirmaram que não haverá nenhuma espécie de rompimento com a China, mas orientaram os produtores e exportadores a não ampliar as exportações para o país asiático.

Nesta segunda-feira (11), o ministro Ernesto Araújo afirmou que “o Brasil não vai vender sua alma” para exportar soja e minério de ferro, o que foi entendido como uma crítica à China, maior importadora destes produtos. “Nós queremos vender soja e minério de ferro, mas não vamos vender nossa alma. Querem reduzir nossa política externa simplesmente a uma questão comercial, isso não …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close