'
  • Sem categoria

Amazul inaugura prédio para abrigar equipes de projetos nucleares

São Paulo, 18 de março de 2019 – A Amazul – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. inaugura nesta quarta-feira (20/3) sua sede em São Paulo, edifício que abriga as equipes de técnicos, projetistas e engenheiros responsáveis por projetos do Programa Nuclear da Marinha (PNM), Programa de Desenvolvimento de Submarinos (ProSub) e Programa Nuclear Brasileiro (PNB). O prédio passou por reforma para ampliar as instalações, melhorar as condições de trabalho e adequar-se às exigências legais de segurança, acessibilidade e sustentabilidade.

Para a solenidade de inauguração estão confirmadas as presenças do comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa Júnior, e de autoridades federais, estaduais e municipais.

A Amazul foi constituída em 2013 para promover, desenvolver, transferir e manter tecnologias sensíveis às atividades dos programas nucleares e de desenvolvimento de submarinos. Dentro do PNM, atua nos projetos para construir, comissionar e operar reator nuclear de potência, totalmente nacional, e para a produção em escala industrial do combustível nuclear. A tecnologia poderá ser empregada tanto para equipar o submarino com propulsão nuclear quanto para iluminar uma cidade.

Em relação ao ProSub, a Amazul está comprometida com a busca de parcerias com empresas para aumentar o grau de nacionalização dos submarinos convencionais e com propulsão nuclear, contribuindo também para o fortalecimento da base industrial de defesa. Por meio de acordos de cooperação técnica, ajuda a desenvolver tecnologias como o sistema de gerenciamento integrado e o sistema de combate de submarinos.

A empresa também participa do PNB. Em parceria com a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), é co-executora do empreendimento do Reator Multipropósito Brasileiro, voltado para pesquisas, testes de materiais e produção de radioisótopos para aplicação em diversas áreas, como indústria, agricultura, meio ambiente e medicina nuclear. Mas a principal missão do RMB é suprir o mercado brasileiro de insumos para a produção de radiofármacos destinados ao diagnóstico e …read more

Leia mais: Poder Naval

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close