'
  • Sem categoria

Fragata União é o novo Capitânia da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL

Fragata União – F45

Em 15 de março, durante a cerimônia de Handover of Flag Ship, a Fragata “União” tornou-se, pela quinta vez, o navio Capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL), em substituição à Fragata “Liberal”, que concluiu com êxito sua missão, perfazendo 22 patrulhas em 89 dias na Área Marítima de Operações (AMO), sob a responsabilidade da Força Naval Multinacional.

A FTM-UNIFIL foi criada em 15 de outubro de 2006, em atendimento à Resolução 1701 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, por solicitação do governo libanês, tendo a peculiaridade de ser a única Força Naval componente de missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), e vem, desde então, executando as tarefas de Operações de Interdição Marítima e de treinamento da Marinha Libanesa.

A FTM-UNIFIL possui um Estado-Maior multinacional e seis navios de diferentes nacionalidades: Alemanha, Bangladesh, Brasil, Grécia, Indonésia e Turquia, além de dois helicópteros orgânicos: um Super Lynx AH-11A, a bordo da Fragata “União” e um Dauphin AS 365, a bordo da Corveta “KRI Sultan Hasanuddin”, da Marinha da Indonésia.

A cerimônia foi presidida pelo Comandante da FTM-UNIFIL, Contra-Almirante Eduardo Augusto Wieland, e contou com as presenças do Embaixador do Brasil no Líbano, Paulo Cordeiro de Andrade Pinto; do Subchefe de Inteligência Operacional do Comando de Operações Navais, Contra-Almirante (FN) Ricardo Henrique Santos do Pilar; do Comando em Chefe da Lebanese Armed Forces Navy (LAF-Navy), Contra-Almirante Hosni Daher; e do Comandante do 1° Esquadrão de Escolta, Capitão de Mar e Guerra José Carlos Cavalcanti Sales; além da presença de diversas personalidades civis e militares locais e de países integrantes da missão.

FONTE: Marinha do Brasil

O post Fragata União é o novo Capitânia da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL apareceu primeiro em Poder Naval – A informação naval comentada e discutida.

…read more

Leia mais: Poder Naval

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close