'
  • Sem categoria

Plano técnico-militar de Ancara e Moscou: produção conjunta de S-500 é viável?

Sistemas de defesa antiaérea S-4000 Triumph (foto de arquivo)

Previamente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia declarado o interesse da Turquia em desenvolver e produzir novos sistemas de defesa antiaérea S-500 em conjunto com a Rússia. Especialistas deram suas opiniões sobre essa questão.

Durante entrevista à Sputnik, o analista militar Andrei Koshkin disse que a cooperação técnico-militar entre Ancara e Moscou não será limitada apenas ao S-500.


“Outras armas também poderiam ser úteis e seriam muito procuradas se fossem desenvolvidas em conjunto. Se for alcançada uma decisão política na próxima reunião dos líderes da Rússia e da Turquia, esta questão já poderia ser posta em prática”, disse ele à Sputnik.

Para o analista, o desejo da Turquia de cooperar com a Rússia tem perspectivas e é promissor.
“O presidente Erdogan pretende construir uma potência mundial avançada, única no mundo, que produzirá o F-35 em conjunto com os EUA e sistemas de alta tecnologia S-500 de quinta geração com a Rússia”, complementou.

“Tudo isso levará tempo, especialmente se levarmos em conta a situação geopolítica, quando os EUA geram um duro confronto com a Rússia”, disse o especialista ao recordar que o S-500 é uma arma secreta e que ainda não foram realizadas consultas sobre a possibilidade de produzi-la de modo conjunto.

O ex-chefe das forças de defesa antiaérea do comando especial da Força Aérea da Rússia, Sergei Khatilev, enfatizou que para a Turquia agora é mais importante passar por todo o ciclo de treinamento para trabalhar com os S-400.

“A transação comercial dos S-400 foi concluída, todos os documentos foram assinados, foi feito um pagamento adiantado, não há como voltar atrás. E com os F-35 a situação também parece estar resolvida. O S-500 é um elemento não estratégico de defesa contra mísseis porque pode derrubar satélites e objetos espaciais a uma altitude de 180 km”, afirmou Khatilev.

No dia 18 de maio, o líder turco anunciou …read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close