'
  • Sem categoria

Prossegue a construção de navios-patrulha para a Marinha do Peru

O estaleiro peruano SIMA Chimbote está construindo os navios de patrulha marítima Río Tumbes e Río Locumba, unidades que se unirão à frota de guarda costeira para desempenhar funções de segurança marítima, defesa nacional, busca e salvamento, combate à pesca ilegal, pirataria e tráfico de drogas.

Os navios-patrulha adquirirão novas tecnologias de construção naval através do trabalho conjunto e assistência técnica com a empresa coreana STX Corporation.

As unidades são construídas sob os padrões mais exigentes da Associação Internacional de Sociedades de Classificação (IACS), têm um deslocamento de 465 toneladas, comprimento de 55 metros, 8,5 metros de boca, capacidade para uma tripulação de 25 membros, com um grupo de interdição e embarque de 14 membros. A autonomia dos navios é de 3.600 milhas náuticas.

Os navio de patrulha marítima são derivados da classe “Taeguk” (Coréia do Sul), com quatro unidades já construídas para a Dirección de Capitanías y Guardacostas, da Marinha do Peru.

Os navios que estão operando até o momento são:

  • BAP Río Pativilca (PM-204)
  • BAP Río Cañete (PM-205)
  • BAP Río Piura (PM-206)
  • BAP Río Quilca (PM-207)

BAP Río Cañete (PM-205)
BAP Río Cañete (PM-205), um dos quatro navios patrulha já operacionais com a Marinha do Peru; mais dois estão em construção
Os navios-patrulha peruanos são baseados na classe Taeguk sul-coreana, que é originalmente muito mais armada

O post Prossegue a construção de navios-patrulha para a Marinha do Peru apareceu primeiro em Poder Naval – A informação naval comentada e discutida.

…read more

Leia mais: Poder Naval

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close