'
  • Sem categoria

Venezuela inicia exercícios militares na fronteira com a Colômbia

Venezuela realiza exercícios militares – Foto: EFE/ Johnny Parra

Maduro declarou “alerta laranja” por suposta ameaça do país vizinho; governo colombiano nega hipótese de conflito

A Venezuela iniciou, nesta terça-feira exercícios militares na fronteira com a Colômbia, atendendo à ordem dada pelo presidente do país, Nicolás Maduro, na última semana.

Em meio à escalada de tensão com o governo do país vizinho, a Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) não disparou um único tiro nos exercícios realizados até aqui. Nas manobras desta terça, o governo chavista só movimentou tropas e veículos para a região da fronteira.

Fontes ligadas à FANB disseram aos jornalistas que há 150 mil soldados e policiais na região da fronteira. No entanto, não há informações se todos eles participarão dos exercícios, vistos como uma provocação pela Colômbia.

O chefe do Comando Estratégico Operacional da FANB, Remigio Ceballos, comandou o primeiro dia de exercícios e afirmou que a Venezuela tem “amigos no mundo tudo”, uma resposta à oposição, que denuncia a presença de soldados russos e cubanos entre os militares do país.

Em discurso, Maduro disse que o Exército está pronto para as manobras militares e anunciou que manterá o “alerta laranja” na fronteira, decretado após o líder chavista afirmar, sem apresentar qualquer tipo de evidência, que o governo da Colômbia planeja invadir a Venezuela.

“É para deixar tudo pronto, para defender nosso território. Não ameaçamos ninguém, mas estamos prontos para nos defendermos se necessário”, afirmou Maduro.

Para o líder da oposição, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 governos, entre eles o do Brasil, os exercícios militares são uma estratégia de Maduro para distrair a população da crise econômica que abala o país nos últimos anos.

Do lado colombiano, o discurso do governo é de que o país não cairá nas provocações de Maduro. Essa mensagem foi repassada hoje pela …read more

Leia mais: Forças Terrestres

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close