'
  • Sem categoria

Força Aérea da Ucrânia em colapso.

Resultado de imagem para su-27 ucraniano

No contexto da política agressiva da OTAN e do neofascismo desenfreado na Ucrânia, o fato de a Força Aérea deste país se tornar, em essência, um apêndice do regime anti-russo é claramente evidente. Vamos tentar descobrir isso.

O colapso da Força Aérea da Ucrânia: como tudo começou

Desde o colapso da URSS em 1991, a Ucrânia recebeu um sólido legado soviético: o compartilhamento de equipamentos militares deixou a república recém-formada com forte potencial de aviação. Em termos de quantidade, os aviões de combate da Ucrânia na década de 1990 ficaram atrás apenas dos EUA, Rússia e China, sendo os melhores da Europa.

Deve-se notar também que uma parte significativa dos modernos campos de aviação militares da antiga URSS estava localizada no território da Ucrânia, onde os caças MiG-23, MiG-29 e Su-27 e os bombardeiros Tu-16, Tu-22, Tu-95 e Tu-160 foram lançados. Foram os aeródromos ucranianos que desempenharam um papel primordial no ataque desarmante à infraestrutura militar da OTAN.

…read more

Leia mais: Notícia Final

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close